terça-feira, 23 de novembro de 2021

[0750] "Melodia de Ouro", novo poema de Carlota de Barros

MELODIA DE OURO


Penso no Bailado

como Sílvia bailava no poema

seu sonho de amor    

leve melancolia esvoaçando

como colibris sobre flores adocicadas

rumor de pétalas ou de lágrimas submissas

gotejando peregrinas de seus olhos meigos 

nas mãos de seu par

que a acompanhava no seu voo de amor

elevando-a suavemente nos braços

leveza de luz    graça    alegria e felicidade


No bailado sensual e puro

bebe sua lágrima de mel

solidão baloiçando 

no seu sonho de amor


Eroticamente  Sílvia oferece-lhe seu voo

seu sonho   melodia de ouro

melancólica presença de si mesma

nas asas do sonho

mais sonho que vida vivida



Carlota de Barros

Lisboa, 17 de Novembro de 2021

Sem comentários:

Enviar um comentário